9 comentários sobre “Quando a pele está nos olhos

  1. Anny disse:

    Olá Diego:
    Hoje li um texto seu elogiando Djabal, no mesmo intante que recebia um e-mail dele. Incrível, né?
    Estávamos comentando sobre seus textos. Que você escreve muito bem coisa e tal. Pois é. Há tempo que não comento aqui. Como vai você? No assunto de hoje jogou duro. Não sei porque dizem que aqui no Brasil não existe preconceito. Ai,ai! Quem iventou ito? Moro numa das cidades mais negras do Brasil e dizer que aqui não existe este, vamos dizer comportamento é enão enxergar um palmo na frente do nariz…

    Curtir

  2. Parece que estamos fadados a sofrer sempre do mesmo destino. O mais forte, ou poderoso, como quiser, sempre se aproveitará da sua força ou poder para menosprezar ou subjugar os demais. Se a diferença está na cor, na religião, no local de nascimento, sexo ou preferência sexual ou renda; não importa muito. A rigor, as diferenças são desculpas esfarrapadas para a opressão. Esse é o ser. E quando alguém escreve para mostrar isso, é também condenado por idealismo bobo ou romantismo inócuo.
    Mas concordo com o Milton, está excelente o seu texto.

    Curtir

  3. o Homem nunca foi racional é emotivo, instintivo, exiate mas não pensa, passa e passeia pela vida impulsionado pelo obscurantismo, como explicar que tem judeu anti semita? como explicar que a mulata só que amante branco? como explicar que negro que loura e que o mulato odeia negro?
    é isso aí, e or que não há preconceito de cor com o amarelo é indiano é considerando branco?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s