16 comentários sobre “Paris não tem segredos

  1. e essa foto tirada por um satelite vadío eu agradeço me levou perto de um amigo, me levou ao passado adorado na Paris de Gertrude Stein e Hemingway, ao hotel Scribe onde tantas vezes pousei no século passado, ao Café de la Paix de 1938, ao Maxim´s de 1937, falo em slêncio, me lembro ruidoso,
    com soluços do meu embarque no Orient Express do desembarque numa garre parisiense, me esqueço a qual e faz tempo que procuro pela Google a Strada Latina 28 de Bucareste de onde parti pra nunca mais retornar, não encontrei, mas minha filha amada pra lá viajou e a encontrou e a vistou e me trouxe fotos e vi as janelas as varandas e refiz os passos entrei no meu quarto me deitei no meu espaço…
    abraços ao meu passado beijos as minhas lembranças adeus as armas, uma rosa é uma rosa é uma rosa, aurevoir mon ami

    Curtir

  2. INACREDITÁVEL! JESUS CRISTO! Imagine se vc estivesse mais à vontade perto da janela? Realmente o Google é o maior Big Brother que existe! Agora eu quero ver eles fazerem isso nos morros do RJ. Se conseguirem será uma excelente arma para a polícia.
    Texto delicioso. Gostei da frase do restaurante chinês. hehehe.
    E que delícia sua casa. Uma das coisas que eu mais curto em Paris é essa janela comprida dos apartamentos.

    Curtir

  3. @iosif, é pena que você não tenha voltado à Romênia. Talvez as emoções fossem grandes demais, bem sei…
    Todas essas memórias de Paris estão visíveis no Google Earth, é o lado bom da indiscrição generalizada, podemos dizer. O lado ruim é que, sabe-se lá…

    Curtir

  4. @Fran, welcome back! Há quanto tempo você não aparece por aqui…
    Como foi aquela sua viagem? Espero que você tenha aproveitado bastante.
    Depois que o governo do Rio desistiu das câmeras infra-vermelho montadas em Zepelins, não acredito em mais nenhuma iniciativa de inteligência…
    Mas realmente, se a cortina estivesse aberta, ou mesmo se a luz do quarto estivesse acesa (a cortina é pequena demais), minha privacidade teria sido riscada do mapa!
    Restaurante chinês em Paris é isso mesmo, gordura da boa, mas rapidinha… A gente se habitua.
    As janelas são adoráveis, mas o apartamento é térreo. Isso é um inconveniente enorme, acho que nem preciso dizer por quê…
    Beijos!

    Curtir

  5. Bem, eu posso dizer que li uma história de Le Clézio, tendo ao lado a tela focalizando as ilhas Maurício. Não posso reclamar, acompanhei a história ponto por ponto, ilha por ilha. Conheci o lugar e pude viver a história com muito mais sabor. Apesar do texto ser bom, acompanhado pelas imagens vai além da literatura. Completa, ilustra e engrandece. Para esse efeito o Google é ótimo. Grande abraço.

    Curtir

  6. Nossa, Diego, que fantástico!! eu não poderia imaginar que existe uma coisa dessas… será qu minha casa também foi fotografada? Se ainda não foi, tive a sensação de que será… dá um medo, né? Nossa, que estranho. Que coisa mais “Big Brother”…

    Curtir

  7. Bruno Alvaro disse:

    Bicho, que doideira! Nem tenho palavras! Salve, salve e forte abraço!

    Te enviei o convite da defesa pois pensei que estaria pelo Brasil na época! Que pena! Te deixarei a par das novidades!

    Abração

    Curtir

Deixe uma resposta para iosif Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s