Uncategorized

É hora de indicar bons blogs

Controle+de+tr%C3%A1fego
Periodicamente, é necessário tomar um desvio das nossas metas. Sói interromper as atividades centrais da vida para cuidar de estruturá-la e ajustar detalhes que, à primeira vista, parecem pouco importantes, mas fazem uma diferença enorme no cômputo final. Creio que todos concordarão. No meu caso, fazendo jus ao título de “fã dos fractais“, acredito que o mesmo princípio valha para o micro-universo do blog. Eventualmente, cumpre fazer mudanças, ajustes, limpezas, verdadeiras faxinas.

E aqui vai uma confissão: tenho sido muito lento nisso tudo. Se os fractais, em sua lógica toda mística, estiverem corretos, meu passo de cágado na reorganização do Para Ler Sem Olhar é reflexo de uma dificuldade mais profunda em garantir os princípios de funcionamento de minha existência como um todo. Não sei. Não posso garantir. Sinceramente, prefiro não tocar nesse assunto agora…

Volto à vaca fria. Alguns passos já foram tomados. Primeiro, criei uma lista com alguns textos mais antigos, para servir de referência. Depois, inaugurei o Cálculo Renal. Mais adiante, mudei a cor de fundo. Nada muito complexo, é claro. Instalei o Haloscan para os comentários: enorme revolução. Matei Paulo Osrevni, e não corro risco de ser preso, porque já estou no exílio. Mas ainda falta muito: criar um novo cabeçalho e aprender a aplicá-lo, por exemplo, é um sonho antigo. Mas isso, sei que não vou conseguir fazer sozinho, então espero alguma boa alma que me oriente.

O passo em que estou agora é a reforma dos links, ligações, liames (como preferir). Os que ainda aparecem aí ao lado, fora alguns acréscimos esporádicos, são os mesmos que inseri nos primórdios deste blog, quando aprendi o caminho das pedras do blogroll. Alguns nem existem mais; outros são, francamente, medíocres; outros, nem lembro de quem são e, finalmente, alguns não têm o destaque que merecem.

Mas o principal é que há muita coisa que leio com regularidade, mas andava deixando passar a oportunidade de “linkar”. Quero, hoje, pagar uma parte dessa dívida, pelo menos. Em alguns poucos parágrafos, juro. Como os blogs são muitos, e não quero incomodar o leitor, vou me limitar, por hoje, a quatro. E escolho um tema, a ser desrespeitado o mais rápido possível: a fotografia. Vamos a eles, pois.

Literatura e Rio de Janeiro: O blog de Ivo Korytowski parece feito para quem está longe do Brasil. O blogueiro carioca publica fotos de sua ainda incomparável cidade. Não são, claro, as obviedades da Zona Sul, calçadão em Copa, biquíni em Ipanema. São os antigos sobrados do Centro, os tesouros escondidos nos subúrbios, as igrejas do século XVII que sobreviveram à sanha modernizadora que, sejamos honestos, fez de tudo, menos modernizar. As imagens vêm, não raro, acompanhadas de trechos de Machado de Assis, Coelho Neto e outros grandes autores que teimamos em querer esquecer. É um blog que visito sempre que bate a saudade do Brasil, de suas coisas belas e bacanas, de suas paisagens e esquinas.

Sarapalha: Este blog, de um mineiro que atende pelo nome de Tristão e reside, segundo parece, em Petrópolis, tem muitas semelhanças com o de Ivo. Bastante fotografia, bastante literatura. A principal diferença é que as fronteiras são mais amplas. Ali, já vi fotografias de Juiz de Fora, Belo Horizonte, Petrópolis, Nova Friburgo, Rio de Janeiro, e agora São Paulo. A visita traz à memória algumas paisagens que já ia esquecendo, e outras que gostaria de ter conhecido. Aguça a curiosidade, toca no nervo maldito da saudade. No cardápio, também há trechos de grandes obras poéticas do nosso século XX: Jorge de Lima, João Cabral de Melo Neto, Vinícius de Moraes, Ana Cristina César, Paulo Leminski. E, eventualmente, excertos de Jacob Gorender, Darcy Ribeiro, Elio Gaspari. A propósito da poesia, de vez em quando fico me perguntando se não surgem reclamações do Ecad. Mas logo afasto o pensamento, porque pode dar azar.

Abrupto: Este blog português é o único deste lado do Atlântico que mencionarei hoje, mas pode estar certo de que não é o único da lista. Nos posts, José Pacheco Pereira ataca de política, futebol (agora, também, o rugby), cultura e tudo a que tem direito. Mas, no fundo, o que mais me atrai são, justamente, as imagens periodicamente publicadas, instantâneos do pequeno país que nos legou o idioma, muitos sobrenomes, culinária, música, formas de pensar e existir. Talvez seja por isso que gosto tanto de receber os feeds desse blog: a enorme curiosidade que exerce sobre mim um país que é a principal matriz de nosso sangue. Ou então, talvez seja apenas porque é interessante. Ultimamente, também têm sido publicados trechos de poemas e fotografias de outros países, da Itália até a China. Vale a visita.

O Biscoito Fino e a Massa: Ei!, você dirá, esse aí não vale! Não costuma ter fotografias e é uma obviedade. Todo mundo conhece, todo mundo gosta, todo mundo elogia. Mas incluí na lista de hoje quase por acaso. Estou fazendo uma limpa nos meus feeds; além de eliminar alguns blogs, talvez mais tarde do que deveria, também me dediquei à leitura de posts antigos, às vezes antiquíssimos, que havia marcado para leitura posterior. Muitos desses posts não me interessavam mais, outros eram mal escritos demais, e assim por diante. No meio dessa faxina generalizada, o blog do Idelber Avelar foi o único cujos textos, alguns datados de quase meio ano, ainda valeram a leitura. É um prazer saber que, no meio dessa pasmaceira intelectual que sufoca o “debate político” brasileiro, haja um blog, pelo menos, cujas análises sejam sérias e muito bem conduzidas. A propósito, nesta semana, o autor publicou um texto em que abdica de comentar sobre futebol doravante. Faz bem. O futebol brasileiro está indigno da atenção de gente séria.

Eis aí, então, exposta como entranhas na peixaria, mais uma etapa de minha arrumação. Mas ela está longe de terminar, é claro! Continuo aberto a sugestões de bons blogs. Há muita coisa boa por aí, e sei que estou perdendo. O mesmo vale para você. Sugiro a visita a esses quatro. A meu ver, é uma oportunidade excelente.

Anúncios
Padrão

6 comentários sobre “É hora de indicar bons blogs

  1. tina oiticica harris disse:

    Devo e não nego. Há um blog coletivo de literatura de que gostei muito . Um dos autores é Pedro Sette Câmara.

    Curtir

  2. tina oiticica harris disse:

    O link deste blog está no Anarchci_Universe. Vou fazer uma busca Google para você. Se não achar não volto. É meio canhestro comentar assim, você me desculpe.

    Curtir

  3. Flávio disse:

    «a enorme curiosidade que exerce sobre mim um país que é a principal matriz de nosso sangue»Oi! Eu sou português («fui enganado!») e não gosto nem do blogue Abrupto nem de Portugal. E tenho pena que um país tão interessante como o Brasil não tenha sido descoberto por um inglês ou um francês – seguramente que os brasileiros teriam ficado muito melhor servidos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s